Faz algum tempo que você esta frequentando uma academia, mas ainda não teve nenhum resultado satisfatório. Não esqueça que tudo no nosso corpo só funciona bem se ele tiver uma boa fonte de nutrientes e nós conseguimos isso através dos alimentos. São eles que vão dar uma boa base de energia para nos manter bem durante o tempo dos exercícios. Para garantir um bom treino e resultados eficazes tanto em treino aeróbico quanto na musculação é preciso seguir algumas regras.

Nutrição esportiva é a área que aplica a base de conhecimentos em: nutrição, fisiologia e bioquímica no esporte e atividade física. Os principais objetivos da nutrição esportiva são: Aumentar o desempenho físico, desportivo, evolucional do atleta ou jogadores.

O praticante de musculação precisa ter um programa alimentar personalizado e específico ao seu objetivo. Normalmente, o nutricionista elabora este plano alimentar após uma avaliação detalhada e a partir das informações fornecidas pelo praticante ou por seu instrutor. Horários e duração dos treinos, tipo de treinamento e o período do dia no qual a atividade é praticada são apenas algumas das informações que precisam ser levadas em consideração na criação do cardápio do praticante que tem, como ponto de partida, a determinação do gasto energético diário do indivíduo. O planejamento do cardápio de um praticante de musculação precisa realmente ser individualizado.

Antes do treino

O ideal é ingerir algum alimento que tenha baixo índice glicêmico antes dos treinos, pois o organismo demora mais tempo para digerir esse tipo de carboidrato e assim, você vai ter energia sendo liberada para o organismo por mais tempo e de maneira gradual. Os carboidratos simples são consumidos rapidamente e logo viram depósito de gordura, o que não é nada vantajoso para fazer um bom treinamento. Boas opções são frutas ou raízes como a mandioca (aipim) e a batata doce porque têm muitas fibras.

Antes, durante e depois do treino

Tomar bastante água: Durante os treinos lembre-se de beber água constante mente, não apenas quando está com sede. Todas as funções do corpo, inclusive as contrações musculares, precisam de água para acontecer e se você esperar até o último minuto para hidratar o organismo, pode sofrer uma grande perda no desempenho muscular. Portanto, a garrafa de água tem que ser sua fiel companheira.

Depois do treino

Depois de um certo tempo de treino, cerca de 50 a 60 minutos, é preciso parar e comer algum tipo de alimento que tenha um alto índice glicêmico. Ao final desse período, o corpo para de consumir gordura como fonte de energia e passa a pegar as proteínas presentes no organismo para suprir o gasto energético. Como a intenção é ganhar massa muscular, esse processo deve ser evitado consumindo um carboidrato simples que irá fornecer energia rapidamente para o organismo. Um lanche legal e rápido para depois da academia é um pão francês com atum, frango desfiado ou patinho moído..

Consumir vitaminas: Nosso corpo não precisa apenas de proteínas para construir músculos. Elas são os principais nutrientes, mas sem os coadjuvantes não servem de muita ajuda. Precisamos de todas as outras substâncias que os alimentos possam nos oferecer, em especial as vitaminas, encontradas nas frutas e verduras. E não vale substituir o alimento natural por suplementos. De acordo com pesquisas, os alimentos são mais facilmente absorvidos pelo sistema do que os tais suplementos.

Devo consumir algum suplemento antes e depois do treino? Tudo vai depender do tempo e da intensidade do seu treino. Ok. Na dúvida procure um profissional especializado.

Gosto deste post? Comente e compartilhe para o seus amigos.

Anúncios