O alerta é da Associação Americana de Cardiologia. O problema é a gordura saturada, que aumenta o colesterol ruim, que pode entupir veias e artérias.

Um alerta da Associação Americana do Coração levanta suspeitas sobre o alimento do momento: o óleo de coco.
O problema é a quantidade de gordura saturada, que pode aumentar o nível de colesterol ruim no sangue. O colesterol ruim, quando muito elevado, pode entupir veias ou artérias e provocar infartos e derrames.

O óleo de coco é frequentemente visto como um tipo mais saudável de óleo, mas a Associação Americana de Cardiologia afirma que ainda não há estudos que provem isso. A associação aponta que esse óleo tem 82% de gordura saturada, mais que a manteiga, a gordura bovina ou a banha de porco.

A associação recomenda consumo moderado de óleo de coco, assim como de qualquer outro alimento rico em gordura saturada.

As opções mais saudáveis são outros óleos vegetais, como o de girassol e o clássico azeite, ricos em gordura insaturada, que é saudável.
Os especialistas alertam que o nosso corpo precisa de gorduras – elas são fonte de ácidos graxos essenciais e ajudam o organismo a absorver as vitaminas A, D e E, por exemplo, a questão é qual tipo de gordura consumir.

É importante lembrar que todos os alimentos considerados mais saudáveis devem serem consumidos com moderação. A recomendação diária do óleo de coco é de 1 até 2 colheres (sopa) por dia.

Fonte: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2017/06/oleo-de-coco-faz-tao-mal-quanto-gordura-da-carne-e-da-manteiga.html

Anúncios