Na maioria das vezes, quando uma pessoa decide mudar os seus hábitos alimentares. O primeiro empecilho são os preços dos alimentos. Pensando nisso, vou passar algumas dicas para você seguir a dieta e também economizar.

Dicas para economizar e emagrecer

  1. Opte por comprar verduras e legumes em feiras livres ou sacolões. Além da variedade, os produtos são mais frescos e tendem a ser mais baratos.
  2. O horário da compra também é importante. Geralmente as compras são feitas cedo, mas depois das 10h os preços começam a cair. Se for possível, vá nesses horários e negocie com os comerciantes.
  3. Se não for possível frequentar as feiras livres e se livrar do mercado, descubra qual é o melhor dia para comprar frutas e verduras baratas. Assim, é possível conseguir uma maior oferta por produtos mais bonitos e frescos.
  4. Pesquisar preço é dica batida, mas que faz muita diferença no orçamento. Mesmo na feira há diferença entre uma banca e outra.
  5. Priorize as frutas e os legumes da estação. Além de mais bonitos, eles estarão mais baratos.
  6. Saiba fazer substituição. Se determinado alimento estiver muito caro, procure itens semelhantes para substituí-lo. Exemplo: a rúcula ou o agrião por almeirão, brócolis, couve, repolho, escarola ou acelga, que costumam ser mais baratos.
  7. Já para as carnes, além de aumentar o consumo de vegetais e verduras diminuindo as proteínas, que são as mais caras, também vale fazer substituições. Os peixes nobres, como salmão e bacalhau podem ser trocados por anchova, filé de pescada ou sardinha, que são bem mais baratos e tão saudáveis quanto.
  8. Vá à feira ou ao mercado com um planejamento semanal. Isto ajudará a comprar os alimentos certos e evitar o desperdício.
  9. Faça compra sem fome. Ir de estomago cheio às comprar pode evitar alimentos desnecessários no carrinho.
  10. Aproveite os legumes e as verduras integralmente. A rama da cenoura pode ser refogada como uma salsinha e as folhas da beterraba ou o talo da couve podem virar um delicioso ensopado.

Por fim, o endocrinologista alerta: “não há nenhum alimento emagrecedor”. O que existe são itens que, juntos, podem formar um cardápio menos calórico e contribuírem para o emagrecimento.

Gostou? É só me seguir para receber diariamente dicas de nutrição e saúde.

Fonte: http://www.mulher.com.br/9632/fazer-dieta-pode-ser-caro-veja-dicas-para-comprar-alimentos-saudaveis-sem-gastar-tanto

Anúncios