dieta1

Se você já tentou fazer diversos tipos de dietas para emagrecer e como a maioria das pessoas não teve o resultado milagroso que você esperava, isso é por que essas dietas não têm comprovação científica.

Mas e se você teve resultados com uma dieta dessas?
Mesmo assim pode ter corrido riscos de saúde.

Saiba que danos essas dietas malucas e mirabolantes podem causar.

Conheça agora 3 tipos de dietas que fazem mais mal do que bem:

1- Semana de jejum mágico: Dietas composta de apenas um alimento

O método: Durante vários dias seguidos, você não come nada além de um alimento (sopa de repolho, espinafre), grupo de alimentos (vegetais crus e frutas) ou tipo de alimento (suco).

A promessa: Você vai perder quilos rápidamente, pontapé inicial de um plano saudável a longo prazo, você vai redefinir o seu metabolismo, você vai limpar as “toxinas” e gorduras.

O problema: Quando você come apenas um tipo de alimento, você deixa de comer todos os outros tipos, fica sem proteínas, gorduras, fibras e outras vitaminas e nutrientes essenciais.

Os riscos: Depois de alguns dias, seu corpo sedento de calorias pode quebrar a massa muscular para obter energia. Este pode desregular o seu metabolismo e fazer calorias vazias (ou seja, aqueles que você vai consumir após o jejum) mais difícil de queimar.

Consequências:

  • Pode levar ao inchaço desconfortável;
  • Diarreia severa;

Para aqueles que já têm um relacionamento instável com a comida, este tipo de jejum geralmente leva a pensamentos obsessivos.

sopas-cenoura-com-laranja-espinafre-com-cogumelos-batata-baroa-com-salsa-de-tomate-e-tomate-com-aneto

2 – Dieta da proteína: Você só come proteína

O método: Como o nome já diz, você só pode comer proteína 

A promessa: Você vai queimar mais calorias por digestão de proteínas, e como a proteína leva um tempo para deixar o seu estômago, você também vai se sentir mais completa.

O problema: Ao consumir de 30 a 50% de suas calorias em bacon, ovos ou até mesmo tofu, você não vai obter os carboidratos que você precisa. Sim, os carboidratos são muitas vezes criticado por sua atração quase viciante e carboidratos brancos simples têm sido associados ao ganho de peso, diabetes, inflamação e doenças do coração.

Mas este grupo de alimentos continua a ser a fonte de combustível mais eficiente para o corpo. Carboidratos são essenciais para os tecidos e órgãos, como o cérebro e o coração. Se você não fornecer seu corpo com quantidades adequadas de carboidratos, é forçado a usar a energia do músculo, bem como gordura.

Os riscos: Quebrando muito músculo e gordura para o combustível pode levar à produção de cetonas.

Consequências:

  • Podem causar náuseas, mau hálito, dor de cabeça, dor muscular;
  • Ao longo do tempo, pedras nos rins, gota e até mesmo insuficiência renal;
  • Constipação (de um déficit de fibra), fadiga intensa e ossos fracos (proteína animal pode aumentar a acidez do sangue, o que leva o organismo a usar seu cálcio para neutralizá-lo). 

carne-assada-com-gordura-1

3- Restrição de calorias: Está estratégia tem como objetivo encolher seu corpo.

O método: Comer de 20 a 25% menos calorias do que seu corpo precisa para funcionar. ( Usando recomendação geral de 2.000 calorias diárias da RDA, uma pessoa com este tipo de dieta que consomem apenas 1.500 a 1.600).

A promessa: Você pode diminuir o risco de sua doença cardíaca e melhorar sua função cardiovascular, tudo ao mesmo tempo  e emagrecer.

O problema: Quando você cortar drasticamente as calorias, seu corpo se adapta a fazer mais com menos. Ele reduz sua taxa metabólica, mantém desesperadamente reservas de gordura e leva mais tempo para executar funções básicas como a respiração, que literalmente, retarda para sobreviver.

Os riscos: Comer uma quantidade de calorias muito mais baixa do que o normal (por exemplo, durante uma viagem de negócios estressante) o torna mais propenso a transformar em quilos que vão ser mais difícil de se livrar.

Você também corre o risco de perder massa muscular e óssea (e testosterona, se você é homem). E a menos que você esteja seguindo um plano de alimentação sob a supervisão de um médico, você provavelmente vai acabar com deficiência de algum nutriente essencial.

Gostou? É só me seguir para receber diariamente dicas de nutrição e saúde.

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/2014/01/03/-dangerous-diets-diets-that-dont-work_n_4461569.html

Anúncios