sugar

A maioria das pessoas ficam com dúvida na hora de adoçar o cafezinho com adoçante. CUIDADO, pois ao consumir o adoçante errado ele pode contribuir no aumento de peso e até contribuir no aparecimento de  doenças como o câncer. Afinal ele é “mocinho” ou “vilão”?

Para começar, é preciso entender que adoçantes são compostos por edulcorantes, ou seja, substâncias responsáveis por conferir sabor doce. Existem dois tipos: os adoçantes não calóricos (não possuem calorias) e os adoçantes calóricos. O poder adoçante tem como uma unidade padrão o açúcar sacarose, o famoso açúcar refinado e branquinho que usamos no dia-a-dia. O adoçante pode adoçar cerca de quase duas vezes mais que o açúcar a até 300 vezes mais se considerarmos nas mesmas proporções. Veja em seguida algumas dicas:

  •  Evite ingerir em excesso produtos dietéticos, pois são concentrados em adoçantes. Prefira frutas ou doces contendo pouco açúcar.
  • Utilize os adoçantes com moderação. Faça um rodízio, consuma vários tipos de adoçantes, desde que autorizados pela legislação.
  •  Gestantes e lactante não devem consumir adoçantes artificiais de forma rotineiramente, os médicos podem aconselhar sobre o uso e a fase da gestação nos quais são proibidos.
  •  Em crianças obesas, use com moderação e sob orientação do médico ou nutricionista.
  •  Não utilize aspartame em alimentos quentes, pois além de perder o poder de adoçar, forma um composto tóxico quando submetido a altas temperaturas.
  • Quando for comprar um adoçante, leia o rótulo e conheça o tipo de edulcorante utilizado. Sempre que possível opte pelos naturais.

INDICAÇÕES E CONTRA INDICAÇÕES:

Edulcorante Indicações e Contra-indicações
Acessulfame K Contra indicado para pessoas com deficiências renais que necessitam
limitar a ingestão de potássio (K) Permitido para diabéticos
Não favorece a formação de cáries
Aspartame Contra indicado para fenilcetonúricos (*)
Contra indicado para gestantes e lactentes
Permitido para diabéticos
Ciclamato Contra indicado para hipertensos
Sacarina Contra indicado para hipertensos
Stévia É totalmente atóxico e seguro para o organismo
Frutose Contra indicado para quem está com excesso de triglicerídeos
Causa cáries
Lactose Contra indicado para pessoas com alergia a leite e seus derivados
Pode ter efeito laxativo
Manitol Não favorece a formação de cáries
Consumido em excesso tem efeito laxativo
Sorbitol Sabe-se que doses acima de 70g/dia tem efeito diurético e laxativo
Não favorece a formação de cáries
Pode ser consumido por diabéticos
Xilitol Não favorece a formação de cáries
Sucralose Sabe-se que é atóxica à reprodução e ao crescimento infantil
Pode ser consumido por diabéticos
Maltodextrina Contra indicado para diabéticos por conter glicose, dextrose e diversos açúcares.
A recomendação diária de adoçantes dietéticos seja de quatro a seis pacotinhos de um grama quando em pó, e de 9 a 10 gotas para os líquidos.

DICAS IMPORTANTES:

  1. Ao preparar doces, coloque o adoçante por último. Quanto mais no final do processo melhor.
  2. Não use aspartame se for cozinhar algo acima dos 120ºC, pois ele perderá suas propriedades.
  3. Na hora de preparar sobremesas calcule o equivalente a uma colher de sobremesa por pessoa.
  4. Se o alimento for consumido ainda quente, parecerá sem doce. O sabor doce gerado pelo adoçante é mais facilmente percebido nos alimentos depois de frios.
  5. Para preparar um caramelo light experimente usar a frutose em pó.

Para saber a quantidade ideal de adoçante que deverá ser utilizado veja as indicações no rótulo da embalagem, pois a quantidade pode variar dependendo da marca e o consumo excessivo de edulcorante, não faz bem à saúde.

36fdb1a35cd2f54f95cf2119fb5bc7ed_XL

O uso de adoçantes artificiais para emagrecer deve ser o mínimo possível porque eles foram concebidos, via de regra para ser usados por diabéticos, que não podem usar outra alternativa para adoçar. Numa dieta de emagrecimento acostumar a língua a um sabor menos doce é uma questão de tempo e treino, e esta será a opção mais saudável, usar a menor quantidade possível de açúcar mesmo nos alimentos mais amargos como o café ou chá por exemplo.

Procure sempre um médico ou nutricionista para tirar suas dúvidas.

Gostou? É só me seguir para receber dicas de nutrição e saúde.

Anúncios