obesidade

O conceito de que a criança “gordinha” é criança “saudável”, não pode continuar existindo.Saiba mais sobre o assunto.

Atualmente as crianças estão ficando obesas e sedentárias cada vez mais cedo, sendo assim provavelmente serão adultos obesos .Será que os pais são culpados?Os pais tem uma parcela de culpa, pois querem agradar seus filhos oferecendo excesso de alimentos gordurosos e doces.

Segundo a última pesquisa do IBGE, uma em cada três crianças entre 5 e 9 anos está obesa. E como fica a responsabilidade dos pais nessa situação? Eles podem ser considerados negligentes?Para dois pesquisadores americanos da Universidade de Harvard, nos EUA, a resposta é sim.E eles vão mais longe: defendem a ideia de famílias com filhos obesos graves devem sofrer intervenção do estado, a ponto até de perder a guarda dos filhos.

Por outro lado, com o avanço tecnológico a criança de hoje prefere ficar em casa brincando com vídeo game e computador deixando os brinquedos mais comuns de lado.Com isso leva  a criança a adquirir obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças associadas.

É importante lembrar que a obesidade infantil  também pode estar relacionada a ansiedade, depressão, fatores genéticos, fatores hormonais.

Obesità infantile

Algumas pesquisas informam que nos últimos 30 anos a porcentagem de crianças obesas aumentou 5 vezes, ou seja, aproximadamente 6,5 milhões de crianças e adolescentes são obesos. 

A solução para que a criança não fique obesa é oferecer uma variedades de frutas, verduras, legumes.Respeitando os horários das refeições sendo em 3 em 3 horas.Mostrar a importância de beber água, pelo menos 2 litros de água por dia.Estimular a criança a praticar atividade física.

Gostou? É só me seguir para receber dicas de nutrição e saúde.

Fonte: http://www.hc.ufpr.br/2013/?q=node/2325&page=27

Anúncios