aditivos-alimentos-668x400x80xX

Todos os produtos industrializados contém conservantes (aditivos). Mas você sabe qual é a função de cada aditivo? Saiba mas sobre este assunto.

Principais usos de Aditivos Químicos Os aditivos químicos são utilizados em alimentos com as mais diversas finalidades e são constituídos pelas substâncias que não são naturalmente encontrada nos alimentos.

De uma forma geral, os aditivos encontrados em alimentos poderão ser classificados em quatro grupos principais:

  • 1 – substâncias que tem por objetivo estender o tempo de vida útil ou reduzir a deterioração de um determinado alimento.
  • 2 – produtos que alteram as características de um alimento, melhorando o seu sabor, a sua cor, e a sua textura.
  • 3 – produtos que são adicionados com a finalidade de variar o valor nutritivo do mesmo.
  • 4 – substâncias que ocorrem em alimentos, devido a contaminações acidentais.

Quanto as funções dos aditivos Os aditivos alimentares quanto a suas funções e classificação ou siglas, são reunidos em diferentes grupos conforme segue:

  1. ACIDULANTES (H)Comunicam ou intensificam o gosto ou sabor ácido aos alimentos processados.
  2. ANTIOXIDANTES (A)São substâncias que retardam o aparecimento de alterações oxidativas nos alimentos, impedindo a interação com o oxigênio.
  3. AROMATIZANTES E FLAVORIZANTES (F)São substâncias ou mistura de substâncias possuidoras de propriedades odorÍferas ou sápidas capazes de conferir o intensificar o aroma e ou sabor dos alimentos. São classificadas ainda em: aromas naturais; aromas natural reforçado; aromas reconstituído, aromas imitação e aromas artificiais.
  4. CONSERVADOR (P)São substâncias que possibilitam ou retardam a deterioração microorgânica ou enzimática nos alimentos, ou sejam, evitam processo de fermentação, acidificação e evidência de putrefação nos alimentos.
  5. CORANTES (C)São aquelas que conferem ou intensificam a cor dos alimentos. São ainda classificados em: corantes orgânico natural e corantes orgânico sintético artificial.
  6. EDULCORANTES (D)São substâncias orgânicas artificiais não glicidicas capazes de conferir sabor doce aos alimentos, sendo também utilizados em produtos dietéticos.aditivos
  7. ESTABILIZANTES (ET)Substâncias que favorecem e mantém as características físicas das emulsões e suspensões. Promovem uma interação homogênea de ingredientes como óleo e água, aumentam a viscosidade dos ingredientes e evitam a formação de cristais.
  8. ESPESSANTES (EP)São substâncias capazes de aumentar a viscosidade de soluções, emulsões e suspensões, melhorando a textura e a consistência dos alimentos processados.
  9. UMECTANTES (U)Substâncias capazes de evitar a perda de água ou umidade nos alimentos pois, possuem propriedades hidroscópicas.
  10. ANTIUMECTANTES (AU)Substâncias capazes de reduzir as capacidades hidroscópicas dos alimentos. Impedem que as partículas se agrupem quanto em contato com a água.
  11. ESPUMÍFEROS: São substâncias que influem na tensão superficial dos alimentos interferindo na produção de espumas com o propósito de gerar espuma estável.
  12. ANTIESPUMÍFEROS: São substâncias que modificam a tensão superficial dos alimentos. Evitam a formação de espuma em alimentos durante o seu processamento.
  13. CLARIFICANTES: São substâncias que retiram a turbidez dos alimentos. Os aditivos 11, 12 e 13, são considerados coadjuvantes de tecnologia de fabricação. Serve como auxiliares na elaboração de matéria-prima ou de alimentos, durante o processo de fabricação.

Gostou? É só me seguir para receber dicas de nutrição e saúde.

Fonte: http://www.alimentacaointeligente.blogspot.com.br/2008_04_01_archive.html

Anúncios