Ultimamente as pessoas só pensam na obesidade, mas esquecem que em alguns lugares no mundo. Ainda tem crianças e adultos sofrendo com a desnutrição. A desnutrição é altamente prevalente em pacientes com doença hepática crônica, e é praticamente universal em pacientes em lista de espera para transplante hepático.

O fígado é o principal órgão que desempenha papel fundamental no metabolismo corporal, envolvendo múltiplos processos como a regulação do metabolismo protéico e energético. Sendo assim, a doença hepática crônica resulta em grande impacto nutricional, concomitante ao grau de mau funcionamento do órgão. Além disso, a anorexia secundária ao uso de drogas, assim como a presença de náuseas, vômitos e saciedade precoce diminui a
ingestão alimentar. Dessa forma, esses pacientes apresentam risco elevado de deficiências nutricionais.

Sintomas de desnutrição em crianças
  • Falha de crescimento. Isto pode manifestar-se como falha a crescer a um ritmo normal e esperado em termos de peso, altura ou ambos
  • Irritabilidade, lentidão e choro excessivo, juntamente com mudanças de comportamento como ansiedade, déficit de atenção são comuns em crianças com desnutrição.
  • A pele torna-se seca e escamosa e o cabelo pode ficar seca, sem brilho e palha como na aparência. Além disso, pode haver também perda de cabelo.
  • Muscular e falta de força nos músculos. Membros podem aparecer vara como.
  • Inchaço do abdômen e pernas. O abdômen é inchado por causa de falta de força dos músculos do abdômen. Isso faz com que o conteúdo do abdômen a protuberância para fora fazendo o abdômen inchado. As pernas estão inchadas devido ao edema. Isso é causado devido à falta de nutrientes vitais. Estes dois sintomas são observados em crianças com desnutrição grave.

desnutrição

São classicamente a dois tipos de desnutrição de energia de proteínas (PEM) em crianças. Estas são o marasmo e Kwashorkor.

No marasmo, pode haver perda de peso evidente com muscular. Há pouca ou nenhuma gordura abaixo da pele. As dobras de pele são finas e o rosto aparece preso como um velho homem ou macaco. O cabelo é esparsa ou quebradiços.

Em Kwashirkor, a criança é entre 1 e 2 com cabelo mudando de cor para o apático, vermelho, cinza ou loira. Rosto aparece redondo com abdome inchado e as pernas. A pele é seca e escura, com divisões ou marcas de estiramento como listras, sempre esticada.

No nanismo nutricional o paciente aparece atrofiado em crescimento.

Gostou? É só me seguir para receber diariamente dicas de nutrição e saúde.

 

Fonte: http://www.scielo.br/pdf/ramb/v55n4/a11v55n4.pdf

http://www.news-medical.net/health/Symptoms-of-malnutrition-(Portuguese).aspx

Anúncios