alimentos-afrodisíacos-dia-dos-namorados

Com o Dia dos Namorados próximo, toda forma de apimentar o relacionamento é sempre bem- vinda . Você que tem uma pessoal especial aproveite as dicas. “O amor esta no ar”

A palavra afrodisíaco vem de Afrodite, a deusa do amor, da beleza e possuidora de um forte poder sedutor. Desde então muitas pessoas começaram a considerar alimentos, bebidas e até alguns medicamentos como afrodisíacos, ou estimulantes sexuais, desde que ligados à deusa ou que se assemelhassem às partes genitais do corpo humano.

Para esquentar a relação, confira, a seguir, alguns alimentos que estimulam a libido e incorpore-os no seu cardápio especial de Dia dos Namorados.

Amendoim: rico em vitamina B3, ele contribui para a vasodilatação sanguínea, o que influencia diretamente na libido, pois o aumento no fluxo de sangue prolonga a ereção e também as sensações de prazer enviadas ao cérebro.

Morango, baunilha e canela: Talvez sejam considerados afrodisíacos pela tradição, já que morango com chantily é sexy e os aromas de baunilha e canela também! Estimulam nossos sentidos!

Banana: a fruta é fonte de triptofano, uma substância responsável pela manutenção dos níveis da molécula que controla a liberação de hormônios no cérebro. Isso significa que a banana melhora o humor, deixando a pessoa menos nervosa e, consequentemente, mais apta aos efeitos do desejo.

post-mrcat-alimentos-afrodisiacos

Chocolate: o doce pode fazer toda a diferença na hora da conquista, pois além de ter uma alta concentração de antioxidantes e triptofano, a endorfina liberada pelo corpo após seu consumo é semelhante à disparada pelo ato sexual, o que potencializa a atração entre os apaixonados.

Pimenta: molhos picantes nas refeições causam excitação, palpitação, aumento do ritmo cardíaco e também melhora a circulação sanguínea. Essas reações ocorrem graças à capsaicina, um ativo responsável pela sensação de ardor.

Romã: o consumo dessa fruta ajuda na circulação sanguínea, o que colabora diretamente para a qualidade da prática sexual. Isso é possível devido aos compostos de polifenóis presentes na romã.

Vinho: essa bebida também contém polifenóis, o que auxilia na conquista e sustentação da libido. Em razão do álcool, os casais se sentem mais quentes, o que favorece o fluxo de sangue e o crescimento dos níveis de estrogênio.

Aspargo: com alta taxa de vitamina B, esse alimento ajuda no desempenho sexual, pois amplifica a movimentação do sangue no corpo. Ele, inclusive, serve para prolongar a excitação e também para tratamentos contra a disfunção erétil.

Ovo de codorna: possui grande valor energético, além de ferro, vitaminas B1 e B2 e cálcio, porém não tem nenhuma propriedade que possa estimular o desempenho sexual.

Mel: com vitaminas do complexo B, que são necessárias para a produção de testosterona, ele também ajuda o organismo feminino a metabolizar e usar o estrogênio.

Bebida alcoólica: se consumida com moderação, poderá despertar a libido; porém, se consumida em excesso, pode causar impotência.

Gengibre: esse alimento é considerado afrodisíaco por causa de seu aroma inconfundível, além de estimular o sistema circulatório, agindo contra os problemas de ereção.

Frutos do mar: favorecendo principalmente a formação de testosterona, os frutos do mar, em especial as ostras, são ótimos afrodisíacos.

Todos esses alimentos contém propriedades que estimulam a circulação sanguínea e facilitam a produção de hormônios, que melhoram a libido, e também a disposição mental sendo importantes incluí-los no cardápio do dia-a dia para alcançar o seu efeito afrodisíaco.

Não perca tempo, elabore um cardápio especial para o Dia dos Namorados. Divirta-se

Gostou? É só me seguir para receber dicas de nutrição e saúde.

Anúncios