ab0

Se você ultimamente está se preocupando com seu peso. Está começando a fazer dieta, está praticando atividade física diariamente. Mas você já se perguntou aonde é que vai parar toda esta gordura?

Afinal, as pessoas costumam dizer que “perderam peso”, mas ninguém realmente discute para onde vai a gordura.
Nossos professores do ensino fundamental nos disseram que a matéria não pode ser criada nem destruída por isso sabem que ela não pode simplesmente desaparecer.

Será que nós suamos nossa gordura? Será que a convertemos em energia? Ou simplesmente a eliminamos no vaso sanitário?
Acontece que nenhuma dessas hipótese está totalmente correta. De acordo com um estudo recentemente publicado no British Medical Journal, a maioria do peso que “perdemos” é soprada como dióxido de carbono.

Ruben Meeman, físico e pesquisador principal do artigo, tornou- se interessado no assunto depois de perder um pouco de seu próprio peso. É claro que, com a sua natureza inquisitiva e científica, ele não se contentou em apenas especular sobre onde sua gordura foi parar, ele teve que chegar ao fundo da questão. Assim, junto com uma equipe de colegas pesquisadores, ele partiu para metabolizá- la.

balanca-barriga-dieta

Como Meeman explica, quando a gordura é quebrada e as suas ligações químicas são separadas, calor e combustível são liberadores, o que, em seguida, alimenta os músculos e energiza o corpo. No entanto, mesmo que as ligações sejam quebradas, as partes constituintes da gordura (os átomos) ainda permanecem.
Gorduras corporais, ou triglicerídeos, são compostos de apenas três tipos de átomos, incluindo carbono, hidrogênio e oxigênio. Uma vez que um triglicerídeo é quebrado, esses átomos, recombinam- se em duas novas moléculas: água (H2O) e dióxido de carbono (CO2).

Surpreendentemente , as moléculas de H2O por cerca de 4:1, o que significa que a maioria de nossa gordura quebrada deixa nossos corpos por meio de nossa respiração enquanto a pequena quantidade restante de água deixa nosso pela urina, suor, lágrimas e outros fluídos corporais.

O peso perdido pela eliminação de líquidos e facilmente revertido pela ingestão de água, mas a única maneira de restaurar o carbono exalado é comendo mais alimentos. Este fato, para grande desgosto dos que querem perder peso, mas não preguiçosos, reforça a noção de que a única maneira de realmente perder peso é comer menos e fazer mais execícios. E não, Meeman diz que não podemos simplesmente respirar mais para começar a perder peso, pois isso só vai levar hiperventilação.

Curiosamente, esta ciência explica o que acontece com quilos corporais que parecem desaparecer misteriosamente enquanto dormimos. Certa de um terço de todo o carbono perdido em um dia é exalado enquanto dormimos e perdemos também uma pequena quantidade de água por meio da respiaração e suor. Assim, mesmo que subamos na balança antes de nossa visita inaugural ao banheiro pela manhã, ainda assim podemos pesar menos do que na noite anterior.

Gostou? É só me seguir para receber dicas de nutrição e saúde.

Fonte: http://ocientista.com/para-onde-realmente-vai-nossa-gordura-perdida/

Anúncios